DIA INTERNACIONAL DO ORGULHO LGBT
A Constituição garante “Somos Todos iguais perante a Lei”

 

No ambiente de trabalho e no curso da relação de emprego a identidade de gênero deve ser respeitada, como consequência do artigo 5o. Da Constituição que garante “SOMOS TODOS IGUAIS PERANTE A LEI” e, por isso, questões como a adoção do nome social e mesmo do uso de banheiro de acordo com a identidade de gênero, ainda que possam gerar polêmicas, devem ser respeitadas.

 

Segundo o site DHnet – Rede Direitos Humanos (dhnet.org.br):
A Declaração Universal dos Direitos Humanos, já com cinquenta anos e assinada pelo Brasil, proclama no seu artigo 1º: “Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos”.
A Constituição brasileira reconhece: “Todos são iguais perante a lei sem distinção de qualquer natureza”.
Gays, Lésbicas, Bissexuais e Travestis estão dentro dessas garantias, protegidos na sua diferença de orientação sexual, porque nisso mesmo, se tornam iguais aos demais homens e mulheres de várias raças, diversas culturas e crenças, unidos na fraternidade humana universal.MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA  GAY, LÉSBICA E TRAVESTI

Saiba que:
1 – Ser homossexual ou lésbica não é crime, não é doença, nem defeito.
2 – As pessoas também são discriminadas por motivo de sexo, cor, religião e etnia.
3 – Discriminação e preconceito, isso sim, é que é doença, crime e pecado, pois ferem a dignidade e direitos básicos da pessoa humana.+ leia na íntegra o manual: http://goo.gl/qcN1N4